Educandos da FCEE. Foto: Lucélia Nunes
O ano de 2018 representou um período de grandes avanços para a Educação Especial em Santa Catarina, estado que já é considerado uma referência nacional na área. A Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE), que celebrou seu cinquentenário com o lançamento do livro “FCEE 50 anos: uma história de inclusão 1968-2018”, foi responsável por importantes ações, como a capacitação no formato a distância de cerca de mil profissionais de escolas estaduais e municipais e de instituições especializadas de todo o Estado; a realização de eventos relevantes como o III Seminário Catarinense de Altas Habilidades/ Superdotação; a publicação de importantes materiais técnicos; e, por fim, a importante parceria firmada com a Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) que permitirá a realização do Congresso Catarinense de Educação Especial, em setembro de 2019.

“Investir no conhecimento como principal produto garante o atendimento para todo o público da educação especial com a qualidade que a sociedade catarinense necessita e merece”, destacou o atual presidente da FCEE, Prof. Pedro de Souza.

Ano do Cinquentenário
No âmbito das comemorações do Ano do Cinquentenário da FCEE, a instituição recebeu diversas homenagens e promoveu eventos alusivos, que se encerraram com o lançamento do livro “FCEE 50 anos - uma história de inclusão: 1968-2018”, publicação que retrata a história da instituição, intimamente ligada à história da Educação Especial no estado, mostrando os aspectos que levaram Santa Catarina a se tornar hoje o estado mais inclusivo do Brasil. “A FCEE nasceu em 1968 e foi pioneira na promoção do desenvolvimento humano de pessoas com deficiência”, afirma no Prefácio do livro o Prof. Dr. Álvaro José de Oliveira, neuropediatra especialista em Desenvolvimento Infantil, ex-diretor técnico da FCEE (1968-1987) e um de seus fundadores.

Capacitações a distância
Na área de Cursos e Capacitações, a FCEE priorizou em 2018 a realização de ações no formato de Educação a Distância (EAD), reduzindo os custos de deslocamento dos docentes e assessores assim como facilitando a participação de profissionais de todo o Estado. No total, além das capacitações presenciais, a FCEE realizou a capacitação a distância de cerca de mil profissionais de escolas estaduais e municipais e de instituições especializadas em áreas como Atendimento Educacional Especializado (AEE), Surdez, Tecnologias Assistivas, Avaliação Diagnóstica, Deficiência Intelectual, Deficiência Visual, Transtorno do Espectro Autista (TEA), Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) e Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF).

Eventos
Diversos eventos de destaque foram realizados ao longo do ano, como o III Seminário Catarinense de Formação Profissional e Empregabilidade da Pessoa com Deficiência, o Seminário Catarinense sobre Surdocegueira, edições descentralizadas do Encontro Regional de Deficiência Intelectual e Envelhecimento e o I Workshop de Artes, sobre a importância da prática artística no desenvolvimento cognitivo e intelectual das pessoas com deficiência. Além disso, os profissionais da FCEE marcaram presença em eventos de importância nacional como o V Congresso Brasileiro de Fisioterapia (Cobrafin), realizado em Florianópolis, o II Congresso Interamericano de Autismo e Políticas de Inclusão, realizado em Curitiba (PR), e o VIII Congresso Brasileiro de Educação Especial, realizado em São Carlos (SP).

Publicações Técnicas
A certificação da FCEE como editora com autonomia para registro de livros na Biblioteca Nacional também foi uma importante conquista de 2018, permitindo a publicação de trabalhos como os livros “Iniciação para o Trabalho – Grupo de Iniciação (módulo 1)”, das autoras Juliana Buratto, Kátia Ladewig e Márcia Miranda, “Transtorno do Espectro Autista – do conceito ao processo terapêutico”, organizado por Ana Carolina Savall e Marcelo Dias, “Transtorno do Processamento Auditivo Central – orientando a família e a escola”, de Kátia Pereira, a série de folders “Estimular para desenvolver: Amamentação, Desenvolvimento Motor e Desfralde”, organizado por Caroline de Souza Mattos, Deise de Abreu e Julia Martins Netto, e os DVDs “I Coletânia de Expressões Idiomáticas Língua Portuguesa/LIBRAS”, da autora Juliana Souza Guimarães, e “Literatura Surda: Histórias Infantis Bilíngues”, de autoria de Marcos Alexandre Marquioto.

Parcerias Institucionais
Neste ano a FCEE também firmou um importante Termo de Cooperação Técnico-Científica com a Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), que já levou à organização conjunta pelas duas instituições do Congresso Catarinense de Educação Especial, previsto para ocorrer em setembro de 2019. Ao longo do ano também foram firmadas outras importantes parcerias com instituições como a Associação Florianopolitana de Deficientes Físicos (AFLODEF), a Associação de Pais e Amigos do Autista (AMA) de Florianópolis, a Associação Amigo Down de São José e a Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (ALESC).

Ações Técnicas
Entre as inúmeras ações técnicas realizadas ao longo do ano destacam-se a entrega de 140 próteses oculares através de convênio com o Sistema Único de Saúde (SUS), a criação do Núcleo de Atenção ao Autismo (NATEA) com sede no campus da FCEE, a participação em competições paradesportivas, como os Jogos Abertos Paradesportivos de Santa Catarina (PARAJASC), realizado em Jaraguá do Sul, e a promoção em parceria com a APAE de Camboriú do 7º Encontro Catarinense de Capoeira Especial.

JSN Boot template designed by JoomlaShine.com

Desenvolvimento: logo ciasc rodape | Gestão do Conteúdo: FCEE | Acesso restrito