Consultora Maria Elisa fala ao microfone no auditório da FCEE
A psicóloga Maria Elisa Granchi Fonseca, renomada consultora na área de autismo e TEACCH Advanced Consultant, ministrou na semana passada, entre os dias 5 e 7 de agosto, na Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE) o curso “Programa de Intervenção em Autismo”, voltado para todos os profissionais atuantes no campus da instituição envolvidos com o atendimento a pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA). O objetivo da capacitação foi estruturar um programa de atendimento psicoeducacional para pessoas com autismo com base nos princípios do programa TEACCH (Tratamento e Educação de Crianças Autistas e com Problemas de Comunicação, na sigla em inglês), ensino estruturado e análise do comportamento.

O curso, coordenado pela Supervisão de Atividades Educacionais Extensivas da FCEE, contou com a participação de professores, pedagogos, fonoaudiólogos, psicólogos e terapeutas ocupacionais de todos os Centros de Atendimento Especializado da Fundação que atendem educandos com autismo. Entre os temas abordados estavam Estilo de Aprendizagem, Estilo Cognitivo e Procedimentos de ensino; Pirâmide TEACCH e Materiais com Estrutura; Protocolos, Cronogramas, Planejamentos e Estudos de caso.

Segundo Maria Elisa Ganchi Fonseca, a proposta ao longo dos três dias de curso foi atualizar as equipes da FCEE com “o modelo atual que mais potencializa o desenvolvimento da pessoa com autismo”. “Fizemos um estudo que englobou desde a consideração do que é a pessoa com autismo até o que podemos fazer com ela, considerando a idade dos educandos e o tipo de serviço oferecido, e realizando análises práticas em cima do conteúdo teórico”, explicou a psicóloga.

O programa TEACCH é um modelo de atendimento psicoeducacional baseado em evidências, criado na década de 70 na Universidade da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, a partir das considerações de que o ambiente organizado e o ensino com estrutura favoreciam o desenvolvimento e a aprendizagem das crianças com autismo levando a um maior controle comportamental do que os oferecidos pelas abordagem mais livres.

Núcleo de Atenção às Pessoas com TEA
Em 2018 a consultora e psicóloga Maria Elisa realizou uma assessoria técnica com os profissionais da Fundação, da qual resultou a decisão de criação do Núcleo de Atenção às Pessoas com Transtorno do Espectro Autista (NATEA) na FCEE, implantado oficialmente em junho deste ano. 

Consultora e supervisora em autismo desde 1992, a psicóloga Maria Elisa Granchi Fonseca é também Mestre em Educação Especial pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR), com formação na Universidade da Carolina do Norte, dos Estados Unidos, e atualmente coordena o Centro de Estudos e Desenvolvimento do Autismo e Patologias Associadas (CEDAP) de Pirassununga, órgão que coordena o atendimento aos autistas das APAEs do Estado de São Paulo.

JSN Boot template designed by JoomlaShine.com

Desenvolvimento: logo ciasc rodape | Gestão do Conteúdo: FCEE | Acesso restrito