Equipe técnica da Fundação reunida com pesquisadora da Escócia
A Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE) recebe neste mês de novembro a professora Marion Ann Hersh, do Departamento de Engenharia Biomédica, da Universidade de Glasgow, da Escócia, que realizará no campus da instituição atividades relacionadas ao seu estudo sobre representações espaciais de pessoas cegas. As atividades de pesquisa estão sendo realizadas com apoio do Centro de Apoio Pedagógico e Atendimento às Pessoas com Deficiência Visual (CAP) da FCEE e em parceria com a Universidade do Vale do Itajaí (Univali).

O objetivo da pesquisa é analisar a compreensão de como as pessoas cegas, com visão parcial ou surdo-cegas processam mentalmente as informações espaciais e suas representações, bem como os fatores que afetam esse processo. Além de aumentar o conhecimento sobre as pessoas cegas, os resultados produzirão recomendações para ambientes urbanos mais acessíveis, para o treinamento de orientação e mobilidade e para o design de auxílios de viagem.

A professora foi recebida pela diretora de Ensino, Pesquisa e Extensão da FCEE, Jeane Probst Leite, no dia 30 de outubro, juntamente com outros membros da equipe técnica, quando foram definidas as atividades de pesquisa a serem realizadas no campus. Hersh, que foi aprovada na chamada pública da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Santa Catarina (Fapesc) 2018 de mobilidade em pesquisa, pelo Fundo Newton do Reino Unido, UK Academies, em um projeto coordenado pelo professor Alejandro Rafael Garcia Ramirez, docente e pesquisador do Programa de Mestrado em Computação Aplicada da Univali, ficará no estado até o dia 19 de novembro de 2019.

Marion já esteve no Brasil outras vezes e é parceria da Univali na realização de pesquisas, publicações e atividades relacionadas à tecnologia e acessibilidade.

(Com informações da Universidade do Vale do Itajaí)

JSN Boot template designed by JoomlaShine.com

Desenvolvimento: logo ciasc rodape | Gestão do Conteúdo: FCEE | Acesso restrito