sc logo

banner cenet


Objetivo: produzir conhecimento, capacitar profissionais, assessorar os serviços na área da educação profissional e emprego de pessoas com Deficiência Intelectual e Transtorno do Espectro Autista (TEA) com perspectiva de qualificação profissional e inclusão no mercado de trabalho, encaminhar pessoas com deficiência para o mercado de trabalho e realizar o acompanhamento dos usuários atendidos pelo CENET.


Interface com as políticas públicas: Educação Profissional e Emprego.


Estrutura e Funcionamento:
Para atender seus objetivos, o CENET dispõe dos seguintes programas de atendimento, definidos conforme o documento “Diretrizes dos Centros de Atendimento Educacional Especializados em Educação Especial - CAESP” (FCEE, 2020):

Programa de Educação Profissional - PROEP
Tem como objetivo qualificar a pessoa com deficiência intelectual, associada ou não a outras deficiências e/ou transtorno do espectro autista (TEA) para o desempenho de funções profissionais, bem como realizar o encaminhamento e o acompanhamento de pessoas com deficiência (intelectual, mental, sensorial, física, múltipla) no mercado de trabalho. É constituído por quatro etapas. A primeira etapa do Programa é desenvolvida na instituição por meio dos grupos de Iniciação e de Pré-qualificação, já a segunda e a terceira etapas serão realizadas por meio de encaminhamento às agências formadoras de educação profissional, com acompanhamento da instituição quando se fizer necessário. A quarta etapa é realizada por profissionais da instituição. Cabe salientar a importância do acompanhamento das pessoas com deficiência recém-contratadas, no âmbito da empresa.

1ª Etapa - Iniciação / Pré-Qualificação
O tempo limite de permanência nessa etapa será de um ano para o grupo de Iniciação para o Trabalho e, no máximo, dois anos em cada grupo de pré-qualificação. Vale lembrar que cada educando/aprendiz guarda sua especificidade e que, seus avanços, na integralidade do processo, serão determinantes para identificar quais serão os possíveis encaminhamentos no extensivo.
Grupo de Iniciação: O Grupo de Iniciação tem por objetivo a sondagem e a avaliação das habilidades e competências do educando/ aprendiz.
Grupo de Pré-qualificação: O grupo de Pré-qualificação tem por objetivo desenvolver atividades relacionadas a determinada função profissional, por meio de atividades teóricas e práticas e de locomoção independente.
Atividade de Locomoção Independente: É uma atividade que proporciona aos educandos/aprendizes, que frequentam a 1ª etapa do Programa, desenvolver competências e habilidades, em nível nuclear (teórica) e extensivo (prática), que lhes darão condições adequadas e seguras em locomover-se para sua residência/instituição/trabalho/ comunidade, usando transporte público e ou demais recursos da comunidade, com independência e autonomia.

2ª Etapa - Qualificação Profissional
A segunda etapa tem como foco a qualificação para emprego e o trabalho. Essa qualificação ocorre por meio de parcerias com as agências formadoras de educação profissional, tais como Institutos Federais e instituições que compõem o “Sistema S” (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial - Senai; Serviço Social do Comércio - Sesc; Serviço Social da Indústria - Sesi e Serviço Nacional de Aprendizagem do Comércio – SENAC).

3ª Etapa - Habilitação Profissional
A terceira etapa trata-se de modalidade direcionada à habilitação do sujeito para o desenvolvimento de uma atividade profissional.

4ª Etapa - Estágio, Contrato de Aprendizagem e Colocação no Mercado de Trabalho
Esta etapa é operacionalizada por meio do Serviço de Colocação no Mercado de Trabalho que tem como foco o encaminhamento e o acompanhamento de pessoas com deficiência no mercado de trabalho. Mais informações sobre o Serviço de Colocação no Mercado de Trabalho neste link.

Programa de Atividades Laborais - PROAL
O Programa de Atividades Laborais (PROAL) está direcionado ao atendimento de jovens e adultos com deficiência intelectual, associada ou não a outras deficiências, e ou Transtorno do Espectro Autista (TEA), sem perspectiva de ingresso no processo de qualificação profissional e/ou inclusão no mercado de trabalho, mas que apresentam possibilidades de executar uma atividade laboral não remunerada, bem como de desenvolver conteúdos que contribuam para a promoção de sua independência pessoal e inclusão social.

O PROAL é desenvolvido por meio de oficinas que proporcionam atividades laborais específicas, bem como conteúdos significativos que contribuam para a promoção da independência pessoal e social do educando/aprendiz. Cada oficina do Programa é composta por, no máximo, 12 educandos/aprendizes. A carga horária de frequência é de, no máximo, 20 horas semanais, podendo, de acordo com a família e/ou definição de equipe técnica, optar por frequência de 8 ou 12 horas semanais. Estas duas últimas, na maioria das vezes, referem-se àquelas pessoas que já não possuem tolerância para frequência diária.

 


Contatos:
Coordenação do CENET: (048) 3664-4909

Secretaria: (048) 3664-4910

Mercado de Trabalho: (048) 3664-4914

E-mail: cenet1@fcee.sc.gov.br

  

 

BloggerInstagram

JSN Boot template designed by JoomlaShine.com

Desenvolvimento: logo ciasc rodape | Gestão do Conteúdo: FCEE | Acesso restrito